Um aspecto da experiência artística que adquire relevância cada vez maior no cenário internacional são as possibilidades criadas pelas residências e intercâmbios. A partir de 2003, a Associação busca acordos estratégicos com instituições de formação, pesquisa e produção no Brasil e no exterior para criar uma rede de parceiros de residência e oferecer temporadas de intercâmbio a artistas participantes do Festival Internacional de Arte Contemporânea. O objetivo é criar uma dinâmica rotativa que amplie as possibilidades de residências disponíveis para artistas do Sul geopolítico.

Entre 2003 e 2010, foram contemplados com prêmios de residência dez artistas selecionados para o Festival, como os brasileiros Wagner Morales, Cao Guimarães e Caetano Dias, o argentino Federico Lamas e a franco-marroquina Bouhra Khalili. Em 2011, por meio da Rede Videobrasil de Residências, o 17º Festival ofereceu residências em três continentes a oito artistas brasileiros e estrangeiros.

O programa atual conta com residências da Fundação Armando Alvares Penteado (Brasil), Instituto Sacatar (Brasil), Galeria Kiosko (Bolívia), Videoformes (França), Vrije Academie Werkplaats voor Beeldende Kunsten (Holanda) e pARTage (Ilhas Maurício), e tem apoio do Prince Claus Fund, Centro Cultural da Espanha, Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), Consulado Francês em São Paulo e Aliança Francesa.


Oferece os seguintes prêmios:

Prêmio de Residência Artística FAAP – São Paulo, Brasil (dois prêmios)
Instalada no Edifício Lutetia desde 2005, a Residência Artística FAAP se destina a brasileiros e estrangeiros que atuam na área de artes visuais. A Fundação Armando Alvares Penteado, por sua Faculdade de Artes Plásticas, é um espaço consolidado da produção artística no Brasil. O programa tem sede no Edifício Lutetia, no centro de São Paulo, e estimula os artistas a investigar o contexto urbano.

Prêmio de Residência Artística – Sacatar – Itaparica, Brasil
O Instituto Sacatar, em Itaparica (BA), é membro da Worldwide Network of Artist Residencies e da Alliance of Artists Communities. Seu programa internacional de residência enfatiza a importância do ambiente para a criação de uma dinâmica de convivência e colaboração entre artistas. O prêmio tem apoio do Prince Claus Fund.

Prêmio de Residência Artística – Kiosko – Santa Cruz de la Sierra, Bolívia (dois prêmios)

Criado em 2007 e integrante do residencias_ en_red, o programa reúne artistas bolivianos e de outras nacionalidades em convivências de dois meses. Marcado pela preocupação política e social, estimula os artistas a enfrentar questões culturais com propostas originais.

Prêmio de Residência Artística – Videoformes – Clermont-Ferrand, França
Situado em Clermont-Ferrand, na França, o Videoformes é um sentro de produção e difusão de linguagens artísticas baseadas em vídeo e em tecnologias digitais. Seu programa de residencies oferece aos artistas apoio técnico e intercâmbio de conhecimento.

Prêmio de Residência Artística WBK Vrije Academie – Haia, Holanda
Centro interdisciplinar e independente de pós-graduação em arte em Haia, Holanda, a academia oferece acesso ao departamento de imagem em movimento, com estúdios de pós-produção e ensaio para formatos instalativos e performances envolvendo mídia.

Prêmio de Residência Artística – pArtage – Flic-en-Flac, Ilhas Maurício
Criado em 2003 por artistas, o centro de arte contemporânea pARTage, nas Ilhas Maurício, incentiva projetos que respondam ao ambiente, estimulando a interação com artistas locais e habitantes da ilha. O prêmio tem apoio do Prince Claus Fund.